31 de julho de 2011

Fu-ti-li-da-de.

Gosto de coisas simples, por vezes fúteis. Qual o problema? Curto Moda, maquiagem e Formula1; Sou viciada em Twitter e olhar vitrine sem comprar nada.

Não acho legal essa de sempre ver uma tempestade no copo d’agua. De criar caso por tudo e achar que quem não curte papo intelectual é inferior. Estudo demais. Vejo desgraça demais para ser inabalavelmente intensa.

Quero ir ao cinema só comer pipoca e assistir filme trash algumas vezes, porque nem só de Óscares vivem os roteiristas. Quero fazer careta para tirar foto, sujar a roupa de sorvete e desenhar flores e nuvens no canto da agenda.

Não sou a melhor das pessoas, a mais engajada, a mais inteligente e não pretendo concorrer ao Nobel. Ajudo velhinhas no sinal, adoto um gatinho, assino abaixo-assinados. Sonho com um mundo melhor e faço a minha parte. Não critico quem não precisa de critica e sempre elogio quem merece.

Posso ser criança em alguns momentos e pensar besteiras só para mim. Imaginar como seria comprar aquela roupa, me maquiar só porque gosto e fazer a unha enquanto assisto formula1. Posso salvar o planeta de salto alto, você acha que não?

Tenho milhões de preocupações, pensamentos sérios e um terno imaginário em horário comercial. Da licença, que nas outras horas eu posso fazer besteira.