7 de julho de 2012

7 on 7 Project: Julho

Já discutimos a relação eu e fotografia aqui, mas convite bom a gente não dispensa. Outro dia me chamaram para um desafio fotográfico, na época, não topei porque estava sem uma câmera descente. Continuo sem uma câmera descente, mas pelo menos digna ela o é. 

A Convite da Paula, do 100 Fireflies, vamos participar do 7 on 7 Project. É uma ideia bem bacana que já vai rolando na Blogsfera faz tempo, quem navega por esse meio sabe mais ou menos como funciona. 

Somos 7 blogueiras - Jackie, PaulaNinaKakau, eu e Moema -, todo dia 7 do mês postamos 7 fotos, sobre o que der na telha, durante 7 meses. No fim de cada post tem o link da blogueira seguinte, clicando nos links você acompanha o mês de todas que participam da corrente.

Fiquei matutando o que ia fotografar e blábláblá... Vai ser algo entre um "Diário Fotográfico" e determinar temas para cada mês. Ainda não decidir, mas Julho tem a ver com viajem, festa junina e outono.


Junho é mês de pular a fogueira aqui no Nordeste. Não sou lá grande fã de Festa Junina: o cabelo fede fumaça por uns dois meses e meu sistema respiratória sofre horrores, mas é o único feriado que minha família costuma se reunir. 

Esses ano ficamos em casa no São João, mas Feriado de São Pedro pegamos a estrada para a Fazenda:


Não faço ideia de como isso se chama Brasil a fora, mas por aqui é LICURI. Ele é um coquinho, o pessoal quebra, para tirar essa carne de dentro, enfia em cordões e vende em feiras livre. Você pendura no pescoço - como um colar - e vai comendo as continhas. Também fazem oléos, sabão... enfim mil e uma utilidades.

Achei esses na Feira de Santo Antonio de Jesus, no recôncavo baiano e na minha família tem história para noite inteira com esse negocio. Por que nome vocês conhecem?


Também na feira de Santo Antônio de Jesus, encontramos um lugar que vende pedra por quilo. Acredita? Um quilo dessas pedras, que serve para amolar facas, é Um real, meu pai pagou $4 nessa.


Ando nessa região desde que me lembro, minha mãe nasceu lá, e cada vez me surpreendo um pouquinho: Amoras! Pelo que me disseram, isso é um pé de Amora, - ou framboesa fiquei na dúvida - mas, não tinha nenhuma fruta madura. Fica para a próxima


Das surpresas, Jasmim! É a primeira vez que vejo um Jasmim de pertinho e se tornou, de longe, minha flor FAVORITA! 


A madrinha do meu irmão faz Acarajé e, baiana que sou, eu AMO! Aqui em Aracaju é difícil achar lugar que venda Acarajé bom, então quando chego por lá me acabo de comer. Sentamos na cozinha, ela vai tirando o Acarajé do fogo e conversando e colocando os complementos que quisermos e... nessa já cheguei a comer QUATRO acarajés. 


 Para finalizar: o crepúsculo do dia 29 de junho, meu pai saiu de penetra na minha paisagem. Ah, essa ai é uma parte da Fazenda.

Agora, corre no blog da Moema!

Ps: O blog continua em Hiatus.

7 on 7: 
(Lorena - 2012) Julho - Agosto - Setembro - Outubro - Novembro - Dezembro
(Regina - 2013) Janeiro - Fevereiro - Março - Abril - Maio - Junho