21 de setembro de 2012

I ♥ Fanfic

Tumblr_lgie6indma1qh0dmko1_500_large

Depois de 50 Tons de Cinza, o mundo descobriu o que é FanFic. A questão agora é que todos se acham expert nisso sem nunca ter lido nada além de 50 Tons ou pior: acha que toda e qualquer fanfic é daquele jeito.

De um lado estão os escritores (ficwriter) que tem uma ótima forma de aprender a se relacionar com leitores, perceber a reação a seu estilo de escrita e, principalmente, descobrir se você consegue amarrar bem um enredo. E por se basear em personagens e locações já existentes, o autor pode trabalhar melhor diálogos, descrição de sentimentos... e outros elementos. 

É um exercício de escrita ótimo e uma forma muito boa de conhecer novos escritores. Ou mesmo pessoas que gostam de escrever, mas não curtem espaços como blogs ou tumblrs. E veem nisso uma opção de publicação para seus textos. Além de tudo, nada do que você escreve precisa ser real ou verossímil, é apenas sua visão da história base.

Do outro lado está o leitor, que em maioria esmagadora pertencem a algum Fandom e busca nas fics uma forma de continuar perto de seus personagens favoritos, vivendo outras histórias além da saga oficial. São pessoas que se disponibilizam a ler online e se sentem perto do autor, podem opinar e influenciar no enredo... a história vai sendo construída e postada de acordo com a reação deles.

E não, você não procura uma editora dizendo: "Escrevi uma fanfic Hot sobre Orgulho e Preconceito, quer publicar?" Todo esse universo é baseando em relações online e está saindo da internet recentemente: Cinquenta tons de Cinza foi um sucesso absoluto na internet com o título de Master of the Universe, antes de ser publicado; e a escritora brasileira Babi Dewet lançou seu livro, Sábado a Noite, com fanfic primeiramente. No caso, 50Tons é baseado na Saga Crepúsculo e SAN na banda McFly.

E sim, há vários temas paras fanfics! Nem toda fanfic é erótica ou tem cena de sexo.

Fora disso tudo está: quem não tem nada a ver; e os autores de textos que servem de inspiração para as fanfics. J.R. Ward e Nora Roberts, por exemplo, proíbem que esse tipo de texto seja publicados e sites sérios excluem as narrativas nesse sentido. E ai que começa a questão dos direitos autorais.

Como autora não sei se ia gostar de ver uma Fanfic de Coragem (foi até tópico na entrevista do PodLer). Mas, como ficwriter acho que as fanfics são uma forma do leitor dizer "ei, eu não gostei disso aqui" ou "eu amei seus personagens, eles podem viver no meu mundo também?". Cada autor toma isso da forma que achar melhor. 

E quem não tem nada a ver com a história, por favor, guarde seu preconceito para si. Já ouvi absurdos do tipo: "Quem escreve fanfic deveria ser processado por plágio." ou "Você escreve aqueles textos pornôs?" e "Fanfic é coisa de desocupado". Quem simplesmente não conhece, dê uma olhada... leia a respeito e depois fale sobre.


Outros posts no Mil Alices: