6 de dezembro de 2012

Eu não sou Piegas!

Imagem:  olhares.sapo.pt 
Tem coisa mais piegas que a palavra Piegas? Eu passei dias tentando escrever uma crônica sobre ser ou não ser piegas e ainda não descobri o que eu queria dizer exatamente.

adj.m e adj.f. Sentimentalismo exagerado: música piegas.
adj.m. adj.f. s.m e s.f. Algo ou alguém que possui maneiras incrivelmente ridículas.

Tudo errado.

No popular, piegas está entrelaçado com romantismo. Historicamente, isso pode ter originado na literatura, onde dizia que o romantismo era artificial, centrado na imaginação e utópico. Não acho, mas também não vou discutir literatura com vocês.

Acabamos por usar "piegas" para referir tudo que tenha um apelo exagerado a emoção: Gente reclamona, jornal sensacionalista, namorado grudento, esse povo que é meio manteiga-derretida, TITANIC... Sentiram o drama?

Mas, por favor, quem tem tempo para mimimi hoje em dia? Vejam, sou mulher... Acho bacana flores, chocolate e cineminha, mas sem drama. Sem grude. Sem forever. Sem pieguismo. Pé no chão, por favor.

O motivo para livro românticos (leia-se Nicholas Sparks) não me ganharem. Esse excesso de tudo não me parece verdadeiro. O amor desmedido e imediato... a dor incalculável em perder alguém - não digo em relação a morte. Ao Mr. Darcy está permitido amar irremediavelmente. Ele e os séculos passados, estão irremediavelmente autorizados a serem piegas.

Mas, hoje? Quase ninguém tem paciência para essa overdose de sentimentalismo. Me chamem de mal amada, amargurada ou o que for. No séculos que vivemos, depender da outra metade da laranja para viver, é inviável e potencialmente insano. Depender das outras pessoas então? Minha mãe me disse outro dia: "Você nasceu grudado com alguém?" Pura verdade.

Vivemos no tempo do agora. Não que as coisas não possam durar muitos e muitos anos, mas sem a obrigatoriedade de bodas de ouro, sem sofrer de dores eternas, sem jornais que derramam sangue em cada página.

Não me condenem, já disse. A questão não é amar. A questão é sofrer de amores como se não houvesse amanhã por alguém que você conheceu ontem. Ou se trancar em casa por que a amiga não quis ir contigo no cinema. As coisas podem simplesmente acontecer e caminharem para o E Foram feliz para sempre... sem drama.

Já disse alguém em alguma aula de Administração: Quem espera fecha as portas. Talvez seja algo como quem sofre demais, perde a hora de ser feliz.