13 de janeiro de 2013

Futuro Best-Seller: Use transporte Público.


No Brasil, é bem esquisito aconselhar pessoas a andarem de ônibus ou metrô ou qualquer transporte de massas. Calor, atraso, assaltos, superlotação é o mínimo a se dizer, mas nem todo mundo presta atenção nas histórias que temos para contar.

Quem nunca começou a falar algo como:

"Lembra kkkkkkkkkk aquele dia que o busu kkkkkkkkkkkkkkkk quebrou?"
ou
"Lembra quando kkkkkkkkkkkk quando kkkkk eu cai. kkkkkkkkkkkkkkk Cai bem no meio kkkkkkkk do terminal kkkkkkkkkkk terminal de ônibus?"

Essa histórias de ônibus podem formar uma bagagem literária muito boa! Talvez não seja um livro, mas algumas cenas, um conto... não sei. São experiencias muito válidas.

Eu dirijo meio como o Bob Esponja, então o Detran não liberou minha habilitação e meu pai não liberou o carro. Ou seja, pego - em média - dez ônibus por dia. História é o que não falta! 

Não me chame de mal-educada, por favor, mas tenho o hábito de prestar atenção a conversas próximas a mim e isso já rendeu posts no blog, cenas em Coragem, descrição de personagens e muito pano pra manga. 

Enfim, a dica não é exatamente andar de ônibus mas prestar atenção em anônimos. A forma como a pessoa se comporta na fila do banco ou o que as pessoas mais falam em uma conversa ou a forma que elas andam.

Talvez a melhor dica para criar situações e caracterizar personagens seja isso e é, basicamente, andar a pé, de ônibus, de metro...