25 de abril de 2013

morrer de véspera

D: Porque você está assim?
L: Como?
D: Quicando feito bola de tênis.
L: Não estou nada.
D: Sim. Você está.
L: Tô nervosa.
D: Com que?
L: Com tudo. Vai dá merda... eu sei.
D: Virou vidente agora?
L: Não, porque?
D: Para de morder os lábios.
L: Não estou mordendo.

...

D: Então?
L: Consegui.
D: Eu não disse?
L: Não, você só ficou mandando eu respirar cachorrinho.