28 de outubro de 2014

TED Talks



Uns dois anos atrás, eu li um livro chamado ABC das Mídias Sociais do Chris Brogan. No livro, Brogan cita - incontáveis vezes - o poder de compartilhamento de ideias do TED. Na época, eu não procurei entender o que era o TED e só agora eu comecei a me apaixonar pela organização.

No começo de Outubro o Rio de Janeiro recebeu a conferência TED e, por isso, eu tive a iniciativa a acompanhar mais de perto tudo que envolve o projeto. O TED foi fundado nos EUA em 1984 pelo arquiteto Richard Saul Wurman com a proposta de conectar pessoas com projetos e ideias inovadoras de design e tecnologia, o nome TED é um acrônimo para Technology, Entertainment, Design.

Com a filosofia de "ideias que merecem ser disseminadas", o TED cresceu e hoje consiste em palestras de até 18 minutos, gravadas em suas conferências mundo a fora e espalhadas (com números recordes) pela internet. São mais de quinhentas palestras sobre os mais diversos temas, que podem ser visualizadas, incorporadas compartilhadas... e os ouvintes podem inclusive fazer o download em HD, direto do site ou app para smartphone.

Minha palestra favorita mais recente é da Argentina Pia Mancini, ela fala sobre formas de "trazer a democracia para o século XXI" e sua experiência na Argentina. As palestras estão em vários idiomas e a maioria é legendada em inglês/portguês/espanhol:


Eu não sei como funciona a curadoria do TED, mas os temas são de incrível relevância social e vão de Bill Gates à chefes indígenas brasileiros. Para o palestrante é uma excelente forma de difundir suas ideias e buscar apoio; e para os ouvintes, a oportunidade de aprender e ver a sociedade de um ângulo mais amplo.

Você pode acessar o site oficial do TED (em inglês) AQUI; e a lista de aplicativos para celular/tablets AQUI.